O que é Wordpress

Afinal, o que é o WordPress?

O WordPress é o sistema de “criação de sites” que mais cresce no mundo. Estima-se que quase 40% de todos os principais sites da rede mundial já utilizem de alguma forma a plataforma. Porém, embora saibam que seus websites ou os de concorrentes são criados em WordPress, muita gente não sabe exatamente do que se trata ou para que serve. O que é WordPress, afinal das contas?

Para entender melhor o WordPress, é preciso voltar um pouco no tempo e compreender como o WordPress surgiu e como ele evoluiu para a plataforma que hoje é utiliza para praticamente qualquer tipo de desenvolvimento na web.

O que é WordPress?

O WordPress possui, ainda hoje, duas facetas: é um sistema para publicação de blogs online e, além disso, uma plataforma open source de CMS (Content Management System). Embora a base da tecnologia seja a mesma, atualmente o WordPress, enquanto plataforma, vai muito além da mera publicação de blogs. A confusão ainda afeta, entretanto, alguns dos que não conhecem bem a tecnologia. Mas não se deixe enganar: o WordPress não é “para criar blogs”.

A verdade é que foi assim que tudo começou. Quem buscar por WordPress no Google, encontrará em destaque duas grandes vertentes da Automattic, a produtora do sistema:

  • O WordPress.com, site no qual é possível criar registos e publicar blogs, totalmente na nuvem – algo muito parecido com os antigos Blogspot e Blogger.
  • O WordPress.org, site no qual é possível baixar a plataforma open source que pode ser utilizada para criação de websites de qualquer espécie.

Para compreender o WordPress no que se relaciona à criação de websites, é preciso antes de tudo esquecer o WordPress.com – não é sobre ele que falaremos. No tocante ao web design e desenvolvimento de sites, o que importa mesmo é o software open source que pode ser encontrado no WordPress.org. O sistema de CMS livre do WordPress teve sua primeira versão lançada em 2004 – hoje ela parece um resquício retrô da internet, mas foi uma manobra que influenciaria mundialmente a internet e seu uso.

O que é WordPress?

Versão 1.0 do WordPress. Plataforma praticamente toda baseada em texto, simplicidade para gestão de conteúdo, sem muitos recursos. Visual não era o aspeto essencial, mas sim a praticidade.

Inicialmente, a versão open source nada mais era do que uma forma de utilizar uma plataforma semelhante àquela para a publicação de blogs no WordPress.com, porém em um alojamento próprio. Com o tempo, no entanto, o sistema foi ganhando novos e impressionantes recursos. Em 2011, a “cara” da plataforma já era totalmente diferente, e já contava com diversos plugins e temas que eram construídos por empresas e usuários e podiam ser agregados ou utilizados em novos websites montados sob a plataforma.

O que é WordPress

Versão 3.2, de 2011. melhor editor e visual, além das abas de plugins e “aparência”, para personalização e adição de recursos. Nesse ponto, o WordPress já não era uma plataforma voltada apenas à construção de blogs.

O que é WordPress – plugins e temas para tudo

A partir da versão 3.0 do WordPress, os blogs passaram a ser apenas parte dos websites que podiam ser construídos em cima da plataforma. Temas ou “templates” traziam recursos fáceis para sites corporativos, portfólios, sistemas de comunicação e contacto com o usuário e até mesmo lojas online. A combinação de temas construídos para fins específicos e plugins com recursos poderosos, como WooCommerce ou WP-Members, permitiam a empresas e usuários criar verdadeiros portais sem ter de utilizar nenhum outro recurso a não aqueles relacionados ao WordPress.

Hoje, o WordPress já aproxima-se de sua versão 5.0. Em todo o mundo, sistemas de classificados, lojas virtuais, websites de grandes empresas e até mesmo aplicativos são totalmente construídos a partir desse CMS e seus inúmeros plugins e temas. Nos últimos anos, o visual da plataforma vem sendo também melhorado, o que inclui poderosíssimos plugins para edição visual de conteúdo, os chamados page builders. Pode-se tranquilamente dizer que, no tocante a websites, hoje não há qualquer tipo de aplicação web que não possa ser desenvolvida na plataforma. Isso inclui:

  • Sites de e-commerce

  • Sistemas de ensino à distância

  • Classificados e diretórios

  • Landing pages e páginas de marketing

  • Plataformas com assinantes e serviços por assinatura

  • Sites de reservas e marcações

  • Multisites e sistemas com múltiplos perfis e blogs

  • Mini redes sociais

As próximas versões do WordPress tendem a avançar ainda mais nesse sentido, provavelmente abrindo maior compatibilidade da plataforma com o desenvolvimento de aplicações mobile também, além de ainda mais integrações com outros serviços presentes na web e APIs diversas.