cpanel

Como escolher um host – o que é cPanel?

Talvez já tenha ouvido falar. Entretanto, o que é cPanel, afinal?

Alguns serviços de alojamento web, hospedagem e hosting dizem, aos quatro ventos, incluir “cPanel” em seus planos de hosting compartilhado. A verdade é que, incluído ou não, o cPanel é um atributo raramente buscado por empresas e usuários na hora de contratar um serviço de alojamento. E diga-se de passagem: deveriam estar a prestar mais atenção a isso…

Como escolher um host – o que é cPanel?

O cPanel é um sistema que permite o gerenciamento de um alojamento ou hospedagem compartilhada. Para compreender mais a fundo, é preciso entender antes como são geridos e configurados os planos de shared hosting. Essa configuração ocorre em alguns diferentes níveis, dois, três ou até mesmo quatro deles. Para quem utiliza-se de planos de alojamento e hospedagem compartilhada, interessam quatro níveis de controlo:

  1. O servidor, ou seja, o computador em si no qual o alojamento compartilhado está alocado
  2. O sistema de controle e gerenciamento do servidor, no caso de planos de revenda ou VPS
  3. O painel de controlo do alojamento
  4. O website em si

O nível 2 de controlo apenas existe quando contratam-se planos que possibilitem a revenda de alojamento compartilhado a terceiros, ou ainda planos de VPS, ou “Virtual Private Server”. Este último é, grosso modo, uma alocação de espaço em um servidor, como o hosting compartilhado. Entretanto, opera como um servidor independente, permitindo total liberdade de configuração da máquina.

Tela cpanel

Ecrã base do cPanel. Ferramentas acessíveis e facilidade de operação do alojamento.

Assim sendo, para a grande maioria das empresas, restam os níveis 3 e 4 como sendo aqueles nos quais um website é, de fato, operado. O nível 3 é, em geral, administrado pelo dito cPanel. Esse sistema é padrão e utilizado no mundo inteiro. Alguns serviços de alojamento utilizam “soluções próprias” ao invés do cPanel. Um aspeto aqui: soluções que alcançam um padrão no mundo têm razões para tal. Dificilmente soluções próprias apresentam melhorias em relação a esse sistema – na maioria dos casos, trata-se meramente de economia descabida do alojamento, deixando de gastar com licenças para fornecer os cPanel para seus clientes.

O que o cPanel controla?

O cPanel controla tudo o que há para controlar em um plano de hospedagem compartilhada, à exceção da parte financeira e de faturação. A partir do cPanel, pode-se controlar:

  • A criação e gestão de novas contas de e-mail
  • Os diretórios nos quais estão os ficheiros do próprio website
  • Bases de dados, usuários e inclusive ações na base de dados realizadas em SQL
  • Configurações de segurança, filtros de e-mail, autoresponders e afins
  • Certificados SSL
  • Instalações de sistemas de CMS, LMS e similares, dentre eles WordPress, Joomla, Moodle, Opencart e tantos mais
  • Versões do Apache e PHP
  • Backups e restauros de ficheiros e pastas
  • Cron jobs
  • Zonas DNS e redirecionamentos
  • Domínios e subdomínios
  • Palavras-passe e acessos
  • Logs e registos de erros

Claro, a depender do plano ou condições oferecidas por cada empresa de alojamento, o cPanel pode incluir ou não alguns dos módulos. Porém, de modo universal, tudo o que se pode fazer em um hosting como cliente pode ser administrado a partir dessa plataforma. Soluções ditas “próprias” muitas vezes barram ou impedem o acesso a alguns recursos.

Como escolher um host – instalações facilitadas

A maioria dos cPanel hoje oferecidos por serviços de hosting vêm com uma plataforma que facilita a instalação de sistemas de CMS. O chamado Softaculous oferece mais de 400 aplicações que podem ser instaladas rapidamente, o que evita que se configure bases de dados e instalações manualmente. Entretanto, as versões oferecidas muitas vezes não são as mais recentes – no caso de alguns sistemas, se possível, é sempre melhor contar com apoio profissional, mesmo com a ferramenta de instalação facilitada.

Em resumo, o cPanel permite a praticamente qualquer um lidar com a operação de um alojamento web. Outras soluções o permitem, mas geralmente privam o usuário de recursos que são importantes no dia a dia de um website e da gestão de e-mails. Antes de contratar um serviço de hosting, convém sempre perguntar ao suporte, caso a informação não esteja explícita, se o cPanel é ou não oferecido como ferramenta.

 

 

Os melhores serviços de host para WordPress

Escolher um serviço de hospedagem ou alojamento de websites parecia algo fácil, mas isso mudou. Atualmente, há muito o que olhar além de volume de tráfego permitido, espaço em disco ou número de contas de e-mail. Muitas empresas vêm firmando contratos com serviços de host péssimos e relativamente baratos, sem saber que a velocidade, segurança e mesmo posicionamento de seu site WordPress no Google estarão prejudicados.

O WordPress é um sistema de gestão de conteúdo em PHP. Isso significa que geralmente roda em qualquer tipo de serviço de host, seja baseado em Linux ou Windows. O problema é que as novas versões do WordPress e alguns temas e plugins específicos são extraordinários, mas consomem imensos recursos. É aí que os serviços de host ruins começam a ganhar dinheiro ou mostrar-se ineficientes.

A maioria dos serviços de host baratos exclui alguns atributos que melhorariam o desempenho de seu website em termos de performance, segurança e também SEO, entre eles:

  • Opções de uso de certificados SSL gratuitos
  • Acesso a extensões específicas do PHP
  • Recursos de cache e CDN
  • Acesso ao protocolo HTTP/2
  • Sistemas de segurança voltados ao WordPress em server-side
  • Ferramentas para gestão por desenvolvedores, como acesso ao WP-CLI
  • Acesso mínimo a configurações Apache

A enganação vai além: cobranças de transferências de websites, custos adicionais por contas de e-mail, serviços instáveis a partir de determinado fluxo (sem que isso seja avisado), certificados SSL caríssimos, sem opção gratuita. Além disso, são serviços compartilhados genéricos, ao invés de algo customizado para WordPress. O seu site roda do mesmo jeito, mas seu desempenho deixa muito a desejar, elevando seus custos com desenvolvimento e informáticos e espantando clientes.

Entretanto, há algumas opções de host voltado a WordPress bastante acessíveis em termos de preços e com recursos compatíveis com o que um site comum precisa. Há, inclusive, alguns serviços voltados a sites WordPress que utilizam estruturas específicas, tais como lojas online criadas com o plugin do WooCommerce. Nesses casos, velocidade é fundamental inclusive para as vendas, assim como a segurança.

Os melhores serviços de host para WordPress

Há muitos bons serviços de host para WordPress, mas se procura algo estável, com bom suporte e garantia de manutenção das condições contratuais, o melhor é buscar líderes globais ou empresas que ofereçam bom suporte logo no primeiro contacto. Uma boa ideia é também usar recomendações feitas por desenvolvedores de plugins e temas com grande volume de vendas, ou mesmo dos criadores do próprio WordPress – a empresa Automattic.

FastComet – visite o site

Grande no Reino Unido, esse serviço de host possui grande suporte em seu plano para WordPress, oferece migração gratuita e mecanismos completos de segurança e velocidade que irão, em grande parte, dispensar o uso de imensos plugins de sua parte. Para desenvolvedores, além de acesso via WP-CLI, oferece suporte para Node.js, Git pré-instalado e também suporte para Bash Script, Perl, Python e mesmo frameworks PHP, como Symphony e Laravel.

SiteGround – visite o site

Um dos melhores preços da internet, com óptimos recursos na modalidade de host para WordPress. O espaço em disco oferecido é pouco no plano básico, 10GB, assim como o volume médio máximo de visitas ao mês, de 10 mil. Contudo, ofereço bons recursos para o desempenho de sites em WordPress e acesso a um serviço de cache próprio, que realmente acelera websites de forma visível. Ainda em termos de desempenho, possui suporte para HTTP/2, especialmente indicado para quem possui websites mais pesados, temas muito complexos ou lojas em WooCommerce.

O suporte não é tão rápido, mas parece feito por pessoas e funcionários que realmente conhecem o produto e as peculiaridades do WordPress, mesmo em nível mais técnico.

WP Engine – visite o site

Talvez o melhor e mais poderoso serviço de managed host para WordPress, porém caro. Oferece ferramentas próprias para gerenciamento de websites em WordPress, melhoria de desempenho, suporte realmente especializado, em todos os aspetos. Para quem não dispõe, ou não quer dispor de um técnico na área, é uma opção segura e com atendimento realmente irrepreensível. Contudo, se seu website é algo mais simples ou possui um especialista que já trabalha consigo, outras opções menos custosas e igualmente boas são melhor saída.

Bluehost – visite o site

Para quem busca um serviço barato ou estável entre os grande, a Bluehost talvez seja a melhor das opções para sites WordPress. Com vários recursos amigáveis ao desenvolvedor e promoções sendo oferecidas a todo momento, esse serviço possui boa velocidade e desempenho e raramente deixa clientes na mão. Entretanto, melhor optar por um serviço melhor focado caso necessite de um suporte mais técnico, pois o suporte da Bluehost para WordPress especificamente deixa bastante a desejar.

Vale ressaltar, contudo, que o Bluehost é um serviço recomendado tanto pela Automattic, idealizadora do WordPress, quanto pelo próprio WooCommerce, uma das mais populares plataformas de e-commerce para esse CMS.

Cloudways – visite o site

Há quem busque, contudo, soluções escaláveis de host. Especificamente para quem usa WordPress e quer um desempenho escalável como o do Google Cloud ou Amazon AWS, a Cloudways é uma excelente opção. Oferece tudo o que um site WordPress precisa para obter bom desempenho e segurança, além de ferramentas que auxiliam na gestão e manutenção de lojas em WooCommerce, como ativação facilitada do Elasticsearch. Oferece também soluções completas em caching – Varnish, Memcached, Apache, Nginx, PHP-FPM.

Para seus clientes

Bem, pode ser que, como nós, possua clientes na área de web design e desenvolvimento e criação de sites. Continue a ler. Ajudamos também a concorrência, não se preocupe. Além de todos os serviços de host enumerados aqui, há uma saída interessante para quem lida com diversos clientes no segmento e pretende mantê-los em um servidor próprio ou não gerir contas dos mesmos em diversos serviços de alojamento distintos.

A Pressable é uma empresa que oferece bons serviços de host gerenciado para WordPress, com uma particularidade: voltados para quem irá manter 5 ou mais websites distintos com o CMS. Assim, poderá hospedar sites de diversos clientes em um ambiente que beneficia o uso do WordPress e possui vantagens de segurança e otimização, além de extras como o acesso gratuito à versão premium do plugin Jetpack.