Cookies de Terceiros – Google Analytics

Praticamente todos os websites hoje no ar na internet utilizam os serviços do Google Analytics. Esse serviço da Google permite que, por meio da inclusão de um pequeno código no HTML de cada página, sejam rastreados dados referentes às visitas de usuários a essa página.

Apesar dos cookies gerados pelo Google Analytics serem fixados no próprio domínio do website, na maioria dos casos, a ferramenta é poderosa e permite que proprietários de websites e serviços online configurem o chamado “cross-domain tacking“. Isso significa que,  a partir de tal configuração, o código do serviço passa a poder acompanhar visitas e dados de outros domínios.

Muitos serviços online utilizam-se desse recurso para acompanhar dados de sites de clientes que instalam seus softwares, plugins, add-ons e scripts. Com isso, caso um website utilize-se de serviços como chats online, formulários renderizados ou sistemas de “push”, além de gerar cookies próprios do Google Analytics no browser do usuário também irão gerar cookies semelhantes para cada um desses serviços, ou seja, cookies de terceiros.

O próprio sistema de ajuda do Google Analytics mostra, nesta página, como aceder a tal recurso e iniciar o rastreamento de vários domínios a partir dos códigos fornecidos.

Isso faz com que websites que possuem muitas ferramentas e funcionalidades fornecidas por terceiros gerem, no navegador de cada usuários, múltiplos cookies do Google Analytics, um ou mais para cada ferramenta usada. Por essa razão, quando olhamos para os cookies configurados por um site em nosso navegador, podemos encontrar vários domínios distintos e nomes de cookies que se repetem, como _ga, _gid, _utma e outros mais.

O que são cookies de terceiros?

Chamados em inglês de “third-party cookies”, esses cookies em particular distinguem-se dos demais em um website por estarem associados a um domínio diferente, que não o da própria página.

Os cookies de terceiros são motivo especial de preocupação porque permitem, uma vez associados a domínios externos, que websites e empresas que o usuário sequer conhece monitorem ou tenham acesso aos seus dados, muitas vezes sensíveis e de caráter pessoal. A grande maioria dos cookies de terceiros possui algum nível de utilização em termos publicitários, permitindo que anúncios customizados e preferências do usuário o tornem alvo dessa propaganda não consentida.

Os cookies de terceiros possuem ainda políticas de privacidade que são aceitas, em geral, pelos donos dos websites que os utilizam, e não os usuários. Assim sendo, uma pessoa singular que esteja a navegar um site de notícias pode, ao aceitar instalar determinados cookies, estar a fornecer informações para empresas diversas, autoridades governamentais e outros.

Por essa razão, além dos termos de consentimento da lei do Regulamento Geral de Proteção de Dados, alguns usuários optam por remover ou não permitir que cookies de terceiros sejam instalados em seus navegadores. Para todo e qualquer navegador, há extensões criadas exatamente com esse fim.