5 tendências em web design em 2018

Tendências em web design

O web design está sempre a mudar. Boas práticas dos anos 2000 e 2001 hoje são risíveis, mas o fato é que as coisas mudam bem mais rápido do que se possa supor. Algumas tendências em web design em voga dois anos atrás já estão com cara de “retrô”, enquanto outras que já estiveram presentes no design voltam com tudo.

Nem toda empresa precisa mudar ou atualizar um website. Contudo, se já vão muitos anos desde a última modernização ou se sua empresa lida com o público mais jovem, é bom ler este artigo até o final.



Tendências em web design – tipografia

A tipografia está a ganhar foco no web design ao menos nos últimos três anos. O uso de textos como elemento gráfico torna o carregamento de websites mais rápido e também o impacto mais eficaz, especialmente em telemóveis. Fontes e textos em “bold”, poucas palavras em destaque, com cores contrastantes e fontes que se confundem com imagens. A tipografia deve seguir em alta este ano, como forma de destacar marcas e criar mais apelo junto ao usuário.

Tendências em Web Design

Tipografia forte e contraste em preto e branco – uma forma rápida e leve de impactar mais na web.

Tendências em web design

Fontes em tamanho extremo em conjunto com cores e transparências, mesclando imagens.


Tendências em web design – gradientes e degradês

Tidos por muito tempo como algo fora de moda, o uso dos “gradients” ou degradês voltou ano passado com força total. Transições entre cores semelhantes ou de mesmo tom, discretas e suaves. A ideia é criar certa perspetiva em imagens na web, oferecendo uma visualização quase tridimensional nos ecrãs. Os degradês podem ser aplicados ao fundo, mas também a elementos em específico. Mesmo na parte de identidade visual e criação de logótipos e marcas, o uso das transições de cores é cada vez mais comum, puxado por grandes marcas da web atual.

Tendências em web design

Degradês e transições vêm sendo aplicados a logótipos e elementos, para criar uma sensação de relevo e profundidade nos ecrãs e sugerir mais movimento.

Tendências em web design

A norte-americana de pagamentos Stripe é apenas um dos exemplos de grandes empresas da web que vêm “puxando” a tendência do uso de transições de cores e “gradients”.


Tendências em web design – duotone

“Duotone” é exatamente o que o nome sugere: o uso de dois tons de uma mesma cor, geralmente em par com elementos em branco ou preto. Especialmente quando o uso da cor possui uma intenção junto ao usuário, o impacto é maximizado e, após o contacto inicial do leitor com a composição, as cores deixam de ser o foco principal, passando a ser a mensagem o centro das atenções. O duotone é uma forma sofisticada e em alta de criar cenários dentro da lógica de storytelling de um site, com “cenas” em cores diferentes. Além disso, é um modo mais minimalista de usar cores e tons fortes.

Tendências em web design

O duotone permite que o uso de cores fortes e “berrantes” seja eficaz, mas sem tirar a importância ou relevância do texto ou conteúdo em si.


Tendências em web design – assimetria

A simetria é algo supervalorizado atualmente – o web design parece ter-se revoltado em relação à óptica sempre simétrica e “certinha” dos websites. A assimetria, juntamente com o uso e sobreposição de imagens e textos, é uma das grandes tendências para 2018. Mais do que simplesmente uma forma de quebrar a monotonia, a assimetria vem sendo utilizada para criar sequências de telas e histórias mais engajadoras no web design – uma forma de deslocar e dirigir a atenção do leitor e reduzir abandonos de páginas.

Tendências em web design

Palavras quebradas em linhas distintas, tamanhos diferentes de fontes, sobreposição com imagens e falta de paralelismo. O uso mais assimétrico dos elementos é uma grande tendência, especialmente quando relacionada ao uso do storytelling na comunicação online.


Tendências em web design – vídeos como fundo

Ainda na tendência de imprimir mais movimento a websites e contar histórias, o uso de vídeos como background é uma tendência crescente. É preciso apenas observar que, como vídeos consomem recursos para renderização e exibição, o mais prudente é utilizar trechos de vídeos mais curtos e em “looping”, ou seja, que se repetem após alguns segundos, eliminando a necessidade de carregamento constante.

Tendências em web design

Vídeos de fundo eliminam a necessidade de muito texto – a perceção do significado dá-se de modo automático e o usuário sente-se como que colocado em uma jornada.